10 Passos para começar sua marca de roupas: Veja como fazer!

17 de agosto de 2021 3 min. de leitura

WhatsApp Image 2018-09-20 at 09.30.30

Para criar uma marca de roupas precisamos de muito mais do que uma boa ideia ou bom gosto pra se vestir.

Hoje com as vendas no mundo digital e com o número cada vez maior de marcas de roupas, precisamos de planejamento, foco e muito, mas muito teste mesmo.
Se por um lado a expansão do mercado assusta devido ao avanço do digital, por outro pode ajudar se você planejar bem.

Vou listar aqui 10 dicas que considero importantes para sua marca de roupas decolar:

Por que você quer criar uma marca de roupas?

Responder essa pergunta é fundamental para você ter foco no seu negócio. Pode parecer bobagem, mas muitas marcas não tem essa resposta clara até hoje, o que logo pode ser percebido.


 

Entenda seu público-alvo


Saber qual é seu publico alvo vai tornar sua comunicação com ele mais simples. Quando falo isso, não estou me limitando a Persona tão usada no marketing, estou falando de maneira mais ampla.

 

Entenda qual o seu canal de venda


Não precisa se limitar a um canal apenas, mas tenha em mente todos os locais que você vai vender. Isso sem dúvida vai tornar as etapas de criação e venda mais simples.

 

Se você puder faça seus moldes


Hoje com a facilidade que temos de terceirizar etapas do processo, corremos o risco de vender algo que já está no mercado. Tudo bem comprar peças prontas, como camisetas para estampar, mas pense no mínimo maneiras de tornar elas peças únicas.

 

Dimensione sua coleção


Se você já definiu o canal de vendas e público-alvo, agora você pode dimensionar o tamanho da sua coleção. A indústria da moda é a segunda maior poluente do planeta, parte por conta das sobras de estoque, fique atenta.


 

Falamos em estampar, mas, como?



Público-alvo definido, coleção dimensionada: agora você pode definir qual processo de estamparia usar. Temos serigrafia, sublimação, transfer.


 

Quer entender esses processos de estamparia?



Serigrafia: Recomendamos esse processo caso faça mais de 10 peças. Cuidado com as estampas que criar, quem nunca fez serigrafia pode ter dificuldade com artes complexas.

Sublimação: Boa e barata, mas só funciona em tecido poliéster.

Transfer: Para pequenas quantidades é o ideal. Anote todos os gastos e entradas.

No começo parece desnecessário, pois você consegue lembrar tudo que compra ou vende, mas logo isso não será possível. Inicie com um controle para deixar tudo mais simples.



 

Estampar não é só para camiseta, invista nos detalhes.



Os detalhes vão te diferenciar do resto. Calça pode ter etiqueta em transfer, vestido pode ter sua marca interna ou externa estampada, enfim: toda peça pode ter um detalhe impresso.

Falei muito em estampar, mas lembre-se: você não precisa fazer todas as etapas.

Aqui na Gradus oferecemos todo suporte para estamparias que trabalham com serigrafia, todo tipo de transfer para sua marca e ainda oferecemos toda assessoria que necessita.

Consulte nossa equipe! Acesse aqui para entrar em contato e tire todas as suas dúvidas.

 

Mais Notícias

Retomada da economia e crise de matéria prima.

Previsão da cadeia produtiva de matéria prima para o segundo semestre.

Leia mais +

Etiqueta em filme de recorte

Etiquetas em filme de recorte, agilidade e qualidade na sua produção. Vou falar um pouco aqui sobre s possibilidades, mas também sobre a produção e os acabamentos.

Leia mais +

TELA DE SERIGRAFIA

Alumínio x Madeira Qual sua escolha? Olha ai a analise que fiz desse tema que pode até gerar uma polêmica..

Leia mais +

Assine nossa Newsletter

E fique por dentro das novidades.